Echo Games - Logo Echo Games - Logo
Echo Games - Logo
Echo Games - Layout

Febre do Bitcoin provoca alta de preços nas placas de vídeo; entenda

PC gamers vêem os altos custos complicarem suas aquisições e upgrades

Por: Jorge C. Filho   |   22/02/2018 - 15:12
Echo Games - Facebook Echo Games - Twitter Echo Games - Google Plus Echo Games - WhatsApp

A febre do ouro Bitcoin

Bitcoin e outras criptomoedas como Ethereum, Ripple Litecoin alavancaram com força ao longo do último ano. Grande parte disso graças ao interesse contínuo de uma gama de investidores. Como o preço destas moedas aumentou, as placas de vídeo também têm encarado uma grande alta nos preços devido à sua falta de estoque no varejo.

Um leque de placas de vídeo de média e alta performance da Nvidia ou AMD estão em falta, majoritariamente em decorrência da compra em grande quantidade por mineradores de criptomoedas para a construção de máquinas de mineração.

O site Polygon relatou que o preço da Nvidia Geforce GTX 1070 deveria estar em torno de 380 dólares (nos EUA, dependendo do modelo), no entanto estão sendo vendidas por mais de 700 dólares devido à falta de estoque – um aumento de mais de 80%.

Mineradores de criptomoedas usam “pilhas” de placas gráficas para resolverem problemas matemáticos necessários para autenticar pagamentos na rede e criar novos bitcoins. Há apenas um número finito de Bitcoins disponível, e, devido ao modo como a rede foi elaborada, cada novo bitcoin precisa de mais poder do que o anterior para ser minerado. Isso levou a uma demanda crescente por placas de vídeo mais poderosas para atacar diversas criptomoedas.

Placas de vídeo da Nvidia e AMD foram afetadas pelos preços crescentes

O aumento dos preços das placas está tornando muito difícil construir um PC Gamer do zero no momento. Especialmente com a falta de estoque de placas de média performance como a GTX 1060 ou GTX 1070, que também alavancam o preço de placas mais poderosas. As placas Nvidia GTX 1060, GTX 1070, GTX 1080 e as AMD Radeon RX 570, 580, Vega 56 e Vega 64 foram as mais impactadas nos últimos meses.

A Nvidia está aconselhando seus parceiros de varejo à priorizar gamers a mineradores, mas os varejistas estão conseguindo gerar uma margem de lucro bastante impressionante no momento, o que torna improvável que simplesmente esse conselho irá resultar em uma mudança de fato.

Desta forma, apenas alguns varejistas estão limitando a compra para que mineradores não possam comprar pilhas de placas. O Polygon relatou que o Micro Center está oferecendo descontos especialmente para gamers que estejam comprando as placas junto com outros componente. o Micro Center culpa a alta demanda de mineradores e carregamentos limitados dos distribuidores pelas baixas de estoque generalizadas.

É um problema que vem afetando o preço no mundo todo, não apenas nos EUA. Tampouco parece que essa questão irá se resolver, a menos que os distribuidores de placas de vídeo possam inundar o mercado para atenderem à demanda. Isso pode afastar novos ingressantes ao mundo dos PC gamers que estão optando entre montar um PC de média performance ou um console. Gamers tiveram que lidar com preços bastante instáveis de RAM ao longo dos anos, e, conforme o preço de criptomoedas continua flutuando, as placas de vídeo serão um desafio razoável para montar seu PC ideal.

A febre do ouro Bitcoin

Bitcoin e outras criptomoedas como Ethereum, Ripple Litecoin alavancaram com força ao longo do último ano. Grande parte disso graças ao interesse contínuo de uma gama de investidores. Como o preço destas moedas aumentou, as placas de vídeo também têm encarado uma grande alta nos preços devido à sua falta de estoque no varejo.

Um leque de placas de vídeo de média e alta performance da Nvidia ou AMD estão em falta, majoritariamente em decorrência da compra em grande quantidade por mineradores de criptomoedas para a construção de máquinas de mineração.

O site Polygon relatou que o preço da Nvidia Geforce GTX 1070 deveria estar em torno de 380 dólares (nos EUA, dependendo do modelo), no entanto estão sendo vendidas por mais de 700 dólares devido à falta de estoque – um aumento de mais de 80%.

Mineradores de criptomoedas usam “pilhas” de placas gráficas para resolverem problemas matemáticos necessários para autenticar pagamentos na rede e criar novos bitcoins. Há apenas um número finito de Bitcoins disponível, e, devido ao modo como a rede foi elaborada, cada novo bitcoin precisa de mais poder do que o anterior para ser minerado. Isso levou a uma demanda crescente por placas de vídeo mais poderosas para atacar diversas criptomoedas.

Placas de vídeo da Nvidia e AMD foram afetadas pelos preços crescentes

O aumento dos preços das placas está tornando muito difícil construir um PC Gamer do zero no momento. Especialmente com a falta de estoque de placas de média performance como a GTX 1060 ou GTX 1070, que também alavancam o preço de placas mais poderosas. As placas Nvidia GTX 1060, GTX 1070, GTX 1080 e as AMD Radeon RX 570, 580, Vega 56 e Vega 64 foram as mais impactadas nos últimos meses.

A Nvidia está aconselhando seus parceiros de varejo à priorizar gamers a mineradores, mas os varejistas estão conseguindo gerar uma margem de lucro bastante impressionante no momento, o que torna improvável que simplesmente esse conselho irá resultar em uma mudança de fato.

Desta forma, apenas alguns varejistas estão limitando a compra para que mineradores não possam comprar pilhas de placas. O Polygon relatou que o Micro Center está oferecendo descontos especialmente para gamers que estejam comprando as placas junto com outros componente. o Micro Center culpa a alta demanda de mineradores e carregamentos limitados dos distribuidores pelas baixas de estoque generalizadas.

É um problema que vem afetando o preço no mundo todo, não apenas nos EUA. Tampouco parece que essa questão irá se resolver, a menos que os distribuidores de placas de vídeo possam inundar o mercado para atenderem à demanda. Isso pode afastar novos ingressantes ao mundo dos PC gamers que estão optando entre montar um PC de média performance ou um console. Gamers tiveram que lidar com preços bastante instáveis de RAM ao longo dos anos, e, conforme o preço de criptomoedas continua flutuando, as placas de vídeo serão um desafio razoável para montar seu PC ideal.

Comentários

2 comentários


Deixe uma resposta


  1. Regullus | 22 de fevereiro de 2018

    Caro autor,

    Outras criptomoedas usam sim as placas de video para mineração, mas não o bitcoin, este usa chips ASICs para a mineração. Se você usar hoje uma placa de vídeo para mineiras bitcoin está jogando muito dinheiro pelo ralo não há como vencer um chip ASIC. O correto nessa matéria seria informar esse detalhe, se não da a impressão que você usou o bitcoin para alavancar seu post.

    • Jorge C. Filho | 22 de fevereiro de 2018

      Po, cara! Interessante isso, não sabia disso. Havia visto essa análise de mercado em fontes mais voltadas pra games mais de uma vez e essa constatação de baixa de estoques, e sempre via a Bitcoin sendo tratada de maneira indiferente das outras no que tange o modelo de mineração. Não sabia dessa mesmo, obrigado pela info!!

Echo Games - Layout