Echo Games - Logo Echo Games - Logo
Echo Games - Logo
Echo Games - Layout

Estúdio de Project Cars está desenvolvendo “o console mais poderoso da história”

Mad Box terá resolução 4K, suporte a realidade virtual, liberdade para desenvolvimento e mais

Por: Lucas Arbex   |   04/01/2019 - 10:29
Echo Games - Facebook Echo Games - Twitter Echo Games - Google Plus Echo Games - WhatsApp

O estúdio Slightly Mad, responsável pela série de simuladores de corrida Project Cars, está desenvolvendo um console próprio, intitulado Mad Box, que promete ser “o mais poderoso de todos os tempos”.

Pelo menos é o que sugeriu o CEO da empresa, Ian Bell, em sua recém criada conta no Twitter.

“O que é o Mad Box? É o console mais poderoso da história… é literalmente ‘Mad’… Você quer 4K, você quer VR à 60 FPS? Você quer uma engine completa para os desenvolvedores trabalharem com liberdade? Você terá isso!”

Em entrevista ao site Variety, Bell revelou que o console irá permitir jogos de todos os tipos de desenvolvedores, novos e antigos, e que qualquer um poderá criar games para o console, graças ao motor gráfico inteiramente gratuito.

O CEO disse ser contra a política de exclusivos, acusando-a de ser excludente e “pouco monopólica ou micro oligopólica demais”. Para ele, a competição é saudável e deve ser estimulada.

Por fim, Bell revelou que a plataforma terá compatibilidade com a maior parte dos óculos de realidade virtual disponíveis no mercado, e que terá potência equivalente a de um PC muito bom daqui a 2 anos.

Infelizmente, ainda não há previsão de lançamento para o Mad Box.

Resta aguardar para ver se todas essas promessas serão verdadeiras.

O estúdio Slightly Mad, responsável pela série de simuladores de corrida Project Cars, está desenvolvendo um console próprio, intitulado Mad Box, que promete ser “o mais poderoso de todos os tempos”.

Pelo menos é o que sugeriu o CEO da empresa, Ian Bell, em sua recém criada conta no Twitter.

“O que é o Mad Box? É o console mais poderoso da história… é literalmente ‘Mad’… Você quer 4K, você quer VR à 60 FPS? Você quer uma engine completa para os desenvolvedores trabalharem com liberdade? Você terá isso!”

Em entrevista ao site Variety, Bell revelou que o console irá permitir jogos de todos os tipos de desenvolvedores, novos e antigos, e que qualquer um poderá criar games para o console, graças ao motor gráfico inteiramente gratuito.

O CEO disse ser contra a política de exclusivos, acusando-a de ser excludente e “pouco monopólica ou micro oligopólica demais”. Para ele, a competição é saudável e deve ser estimulada.

Por fim, Bell revelou que a plataforma terá compatibilidade com a maior parte dos óculos de realidade virtual disponíveis no mercado, e que terá potência equivalente a de um PC muito bom daqui a 2 anos.

Infelizmente, ainda não há previsão de lançamento para o Mad Box.

Resta aguardar para ver se todas essas promessas serão verdadeiras.

Comentários

Echo Games - Layout