Echo Games - Logo Echo Games - Logo
Echo Games - Logo
Echo Games - Layout

Kingdom Come: Deliverance é uma excelente experiência, mas está repleto de bugs

O RPG de mundo aberto agradou os críticos, mas nem tanto

Por: Lucas Arbex   |   15/02/2018 - 12:18
Echo Games - Facebook Echo Games - Twitter Echo Games - Google Plus Echo Games - WhatsApp

Kingdom Come: Deliverance foi lançado anteontem (13) para PC, PS4 e Xbox One. Dito isto, é hora de vermos o que a crítica especializada internacional tem a nos dizer sobre o RPG de mundo aberto que se passa na época medieval.

No geral, as críticas mencionam, e muito, a quantidade de bugs e problemas encontrados no jogo, mesmo após a liberação de um patch de 23 GB no dia do lançamento do game. No entanto, apesar disso, todos descrevem o RPG como uma experiência imersiva, com um rico sistema de exploração, em sua campanha de aproximadamente 50 horas.

Sem mais delongas, vamos ver as resenhas do jogo da Warhorse e as notas dadas por cada revista:

PC Gamer – 84/100

“Kingdom Come é uma bagunça repleta de bugs, e há um sentimento constante de que a desenvolvedora independente Warhorse deu um salto maior do que a perna. No entanto, há um certo charme nesta bagunça, e a quantidade de coisas interessantes me fazem tolerar o framework enferrujado. É um dos RPG mais satisfatórios e recompensadores que joguei no PC nos últimos tempos, mas a performance inconsistente e a tendência do jogo em quebrar completamente é um teste de paciência.” [REVIEW COMPLETO]

Hardcore Gamer – 3.5/5

“Apesar da campanha de 40-50 horas apresentar um alto nível de bugs e problemas, você provavelmente está olhando para uma das melhores experiências de RPG do ano, essencial para todos, independente se você gosta ou não do gênero. Do jeito que está, visualmente, tecnicamente e sonoramente, a performance de Kingdom Come: Deliverance é uma fera imprevisível. Por mais imersivo e convidativo que seja, é necessário advertir um certo nível de preocupação com o estado atual do jogo – independente do trunfo de seu aspecto explorativo. Eu estou torcendo para que a Warhorse consiga resolver rapidamente estas complicações, pois uma vez resolvidas o jogo entra em um grupo dos RPGs mais únicos e excelentes dos últimos tempos, junto com Morrowind, Fallout: New Vegas e The Witcher 3.” [REVIEW COMPLETO]

Gaming Nexus – 9/10

“Com um ambicioso sistema de gameplay vem um ambicioso sistema de bugs e erros… No entanto, Kingdom Come Deliverance irá te quebrar. Irá te emocionar. Irá te lembrar que você ainda tem muito a aprender… O jogo é tão imersivo na época medieval que te fará apreciar o conforto dos tempos modernos, com água morna e corrente por exemplo. Kingdom Come não veio para tornar sua vida melhor, mas você se sentirá melhor ao joga-lo.” [REVIEW COMPLETO]

Game Revolution – 4.5/5

“Se você procura uma experiência livre de bugs, não compre Kingdom Come. Mas se você quer um RPG de mundo aberto excelente, que parece uma versão hardcore de Elder Scrolls, nem hesite em comprar. O fato de que um estúdio independente conseguiu criar algo assim através de uma campanha no Kickstarter em apenas 4 anos me impressiona, e são jogos assim que elevam a expectativa de jogos AAA das grandes desenvolvedoras.” [REVIEW COMPLETO]

E mais algumas notas:

Kingdom Come: Deliverance foi lançado anteontem (13) para PC, PS4 e Xbox One. Dito isto, é hora de vermos o que a crítica especializada internacional tem a nos dizer sobre o RPG de mundo aberto que se passa na época medieval.

No geral, as críticas mencionam, e muito, a quantidade de bugs e problemas encontrados no jogo, mesmo após a liberação de um patch de 23 GB no dia do lançamento do game. No entanto, apesar disso, todos descrevem o RPG como uma experiência imersiva, com um rico sistema de exploração, em sua campanha de aproximadamente 50 horas.

Sem mais delongas, vamos ver as resenhas do jogo da Warhorse e as notas dadas por cada revista:

PC Gamer – 84/100

“Kingdom Come é uma bagunça repleta de bugs, e há um sentimento constante de que a desenvolvedora independente Warhorse deu um salto maior do que a perna. No entanto, há um certo charme nesta bagunça, e a quantidade de coisas interessantes me fazem tolerar o framework enferrujado. É um dos RPG mais satisfatórios e recompensadores que joguei no PC nos últimos tempos, mas a performance inconsistente e a tendência do jogo em quebrar completamente é um teste de paciência.” [REVIEW COMPLETO]

Hardcore Gamer – 3.5/5

“Apesar da campanha de 40-50 horas apresentar um alto nível de bugs e problemas, você provavelmente está olhando para uma das melhores experiências de RPG do ano, essencial para todos, independente se você gosta ou não do gênero. Do jeito que está, visualmente, tecnicamente e sonoramente, a performance de Kingdom Come: Deliverance é uma fera imprevisível. Por mais imersivo e convidativo que seja, é necessário advertir um certo nível de preocupação com o estado atual do jogo – independente do trunfo de seu aspecto explorativo. Eu estou torcendo para que a Warhorse consiga resolver rapidamente estas complicações, pois uma vez resolvidas o jogo entra em um grupo dos RPGs mais únicos e excelentes dos últimos tempos, junto com Morrowind, Fallout: New Vegas e The Witcher 3.” [REVIEW COMPLETO]

Gaming Nexus – 9/10

“Com um ambicioso sistema de gameplay vem um ambicioso sistema de bugs e erros… No entanto, Kingdom Come Deliverance irá te quebrar. Irá te emocionar. Irá te lembrar que você ainda tem muito a aprender… O jogo é tão imersivo na época medieval que te fará apreciar o conforto dos tempos modernos, com água morna e corrente por exemplo. Kingdom Come não veio para tornar sua vida melhor, mas você se sentirá melhor ao joga-lo.” [REVIEW COMPLETO]

Game Revolution – 4.5/5

“Se você procura uma experiência livre de bugs, não compre Kingdom Come. Mas se você quer um RPG de mundo aberto excelente, que parece uma versão hardcore de Elder Scrolls, nem hesite em comprar. O fato de que um estúdio independente conseguiu criar algo assim através de uma campanha no Kickstarter em apenas 4 anos me impressiona, e são jogos assim que elevam a expectativa de jogos AAA das grandes desenvolvedoras.” [REVIEW COMPLETO]

E mais algumas notas:


CLASSIFICAÇÃO GERAL

Comentários

Echo Games - Layout